Prefeito do Novo Gama denuncia descaso com respiradores que poderiam salvar vidas na pandemia

Prefeito do Novo Gama denuncia descaso com respiradores que poderiam salvar vidas na pandemia

Pelo menos 73 pessoas no município já morreram em decorrência da Covid-19 e os respiradores poderiam ter evitado parte das mortes

O atual prefeito do Novo Gama (GO), Carlinhos do Mangão (PL), encontrou respiradores lacrados no almoxarifado da prefeitura, em plena crise sanitária da Covid-19, que poderiam ser utilizados nas unidades de saúde na cidade do entorno do Distrito Federal. A descoberta é surpreendente pelo fato de o país estar enfrentando uma grande pandemia e que muitas vidas poderiam ser salvas caso os equipamentos estivessem em funcionamento. De acordo com dados do município, já são pelo menos 2201 casos da doença, com 73 óbitos. Na manhã dessa segunda-feira (22), o prefeito fez uma denúncia em suas redes sociais.

Por meio de um vídeo divulgado no seu Instagram, o prefeito lamentou, ” No meio desse monte de carcaça de computadores encontramos várias caixas de respiradores novos, que a prefeitura na gestão passada recebeu no dia 31 do 07 de 2020 [sic] e estava aqui no meio do depósito”.

 “Já são mais de 8 mil mortes por covid-19 no estado de Goiás. Encontrar esses respiradores mecânicos jogados em um almoxarifado pela gestão passada, ao invés de estar sendo usado nos postos de saúde e Mont Serrat que está sendo justamente para atender pacientes infectados pelo vírus é de causar indignação. É um descaso e falta de compaixão com os moradores de Novo Gama. O respirador mecânico ajuda na entrada e saída de ar dos pulmões, e ele é uma peça-chave no tratamento da Covid-19 em pacientes com quadro grave da doença, com dificuldade extrema de respiração”, publicou Mangão.

Leia também:  Ocupação de leitos de UTIs sobe no DF, mas Saúde mantém cirurgias eletivas