Rebeca Andrade faz história e conquista medalha de prata para o Brasil na ginástica

Rebeca conquistou vaga em três finais, incluindo a do solo, em que se apresenta ao som do funk “Baile de favela”

Rebeca Andrade se torna a primeira ginasta brasileira a vencer uma medalha em olímpiadas. Nesta quinta-feira (29), a ginástica garantiu a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

No salto, sua especialidade, quando teve execução perfeita para receber 15.300 e sair na frente da disputa, mesmo com nota mais baixa que nas qualificatórias.

Nas barras assimétricas, ela se manteve na frente entre as 24 finalistas, com nota de 14.666.

Sua maior adversária, a americana Sunisa Lee, tirou a diferença no terceiro quesito, a trave, Rebeca chegou a figurar na terceira posição, mas um recurso em sua nota na trave,  que passou de um duvidoso 13.566 para um ainda criterioso 13.666, a colocou na vice-liderança antes do último aparelho, o solo.

Rebeca vem de uma família humilde e precisou parar de treinar por conta de problemas financeiros. Sua mãe, Rosa Rodrigues, trabalhava como empregada doméstica e, em certa ocasião, quando as contas apertaram, a atleta deixou de frequentar.

Print Friendly, PDF & Email