Restaurantes comunitários do DF voltarão a ter atendimento presencial em janeiro

Unidades voltarão a receber a população a partir de 4 de janeiro. Em razão da pandemia de coronavírus, unidades serviam apenas marmitas

A partir do dia de 4 de janeiro, os restaurantes comunitários do Distrito Federal voltarão a servir refeições para consumo no local. Por conta da pandemia da Covid-19, as unidades abriram as portas apenas para a entrega de marmitas. Os 14 espaços do DF voltam a servir comida para a população comer no próprio local, com a possibilidade de pegar marmitas e levar para casa.

Os restaurantes funcionarão com distanciamento mínimo de dois metros entre as mesas, com marcações para distanciamento entre as pessoas.

Creas e Cras

São 71 unidades socioassistenciais, como Centros de Referência da Assistência Social (Cras) e Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas), que retomam os serviços.

“É importante voltar com o trabalho presencial, mas precisamos assegurar as condições ideais de saúde para a população e para os servidores”, diz a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha.

A data da retomada foi anunciada na terça-feira (22) pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes). O valor continuará o mesmo, R$ 1, o que inclui o prato principal, a bebida e a sobremesa.

Segundo o GDF, servidores do grupo de risco não retomarão os serviços presenciais. Já as equipes escaladas para o atendimento receberão Equipamentos de Proteção Individual.

Antes de procurar o atendimento pessoalmente, a população  deverá agendar o serviço pelo telefone 156 ou em plataforma a ser criada no site da secretaria.

Print Friendly, PDF & Email