Rodrigo Maia se oferece para colaborar com Lula para as eleições de 2022

O ex-presidente da Câmara se ofereceu para organizar debates e discutir soluções para a crise provocada pela pandemia da Covid-19

Na última sexta-feira (11), segundo Malu Gaspar, do Jornal O Globo, o ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tiveram uma conversa fechada no Palácio da Cidade, sede da Prefeitura do Rio de Janeiro. Participaram também do encontro o prefeito, Eduardo Paes (PSD), e a presidente do PT Gleisi Hoffman. Maia se ofereceu para colaborar com o programa de governo e nas articulações da campanha de Lula para a presidência da República em 2022.

Leia também:
Bolsonaro afirma que irá baixar bandeira da conta de luz de novembro

Maia disse que poderia ajudar a fazer interlocução de sua campanha com políticos e setores da sociedade que hoje rejeitam o PT, em razão do histórico de escândalos e problemas econômicos.

Rodriga Maia se ofereceu para organizar debates e discutir soluções para a crise provocada pela pandemia da Covid-19.

Lula está à procura de um empresário para compor a chapa. Seu preferido é Josué Alencar, dono da Coteminas e filho do ex-vice de Lula, José Alencar.

Após a conversa, Maia se juntou a secretários de Paes para participar do almoço que o prefeito do Rio ofereceu a Lula e sua comitiva.

Leia também:
Sergio Moro se filia ao Podemos

Aliados afirmam que o ex-presidente considera o apoio estratégico para trazer o apoio de eleitores de centro e vai trabalhar para colocar Maia no time.

Na segunda-feira (14), a Executiva Nacional do DEM decidiu, por unanimidade, expulsar Rodriga Maia do quadro dos filiados do partido.

De acordo com a nota oficial da legenda, a comissão “deliberou pelo cometimento de infração disciplinar, e consequente expulsão do deputado”.

Print Friendly, PDF & Email