Secretaria de Saúde alerta para falta de estruturas para armazenar vacinas no DF

“Com a possibilidade de realização de vacinação em massa contra a Covid-19, há a necessidade urgente de ampliação da capacidade de armazenamento”, afirma documento obtido pelo Metrópoles

Documento obtido pela coluna Janela Indiscreta, do Metrópoles, revela que o Núcleo de Rede de Frio, responsável pelo estoque seguro dos imunobiológicos, está com a capacidade máxima excedida. A Secretaria de Saúde do DF se preocupa com a falta de estrutura. A quantidade de vacinas vem aumentando cada dia mais desde 2001 até o ano atual.

“Informamos que durante os dezenove anos de funcionamento, a estrutura original do Núcleo de Rede de Frio foi acrescida apenas de mais nove (9) câmaras frias verticais, aumentando em 13,36 m³ a sua capacidade de armazenamento, sendo insuficiente para atender a variedade e a quantidade de imunobiológicos que aumentou consideravelmente nesse período, de um total de 27 imunobiológicos em 2001 para 47 novos tipos de produtos em 2020, com diferentes indicações de aplicação”, informa o documento.

O documento afirma ainda que deve ser providenciado com urgência um armazenamento maior, “Com a possibilidade de realização de vacinação em massa contra a Covid-19, há a necessidade urgente de ampliação da capacidade de armazenamento que pode ser realizada pelas seguintes formas: reforma e ampliação do espaço existente, aluguel provisório de um espaço ou de um equipamento compatível (contêiner refrigerado) que atenda às legislações vigentes ou a aquisição de equipamentos de refrigeração”, reafirma o texto.

Local

O documento exige que em caso de uma vacinação em massa, locais amplos e arejados seja preferência, principalmente para que aglomerações possam ser evitadas.

“ideais para evitar aglomerações, portanto escolas, clubes e parques são boas opções, além de tendas nos estacionamentos das Unidades Básicas de Saúde (UBS)” completa o documento.

Secretaria da Saúde

A Secretaria da Saúde, listou quais são as exigências e providências tomadas para dar início a vacinação.

“Está em fase de desenvolvido um amplo planejamento sobre a estratégia de vacinação da população do Distrito Federal contra o corona vírus.

O Plano Estratégico prevê: realização de inquérito soroepidemiológico (em andamento) para conhecer o comportamento do vírus em todo o DF; levantamento dos espaços da rede pública de saúde e de outras instalações do GDF para servir como postos de vacinação; estruturação desses locais para receber e armazenar as vacinas; estruturação do setor de compras públicas, objetivando a aquisição de seringas e contratação de câmaras frigoríficas; e seleção de profissionais de saúde da própria rede pública para a aplicação das vacinas.

A Secretaria de Saúde vem acompanhando as medidas anunciadas pelo Ministério da Saúde sobre a compra e a aplicação da vacina no Brasil, e atuando previamente, dentro de suas atribuições, para que a campanha de vacinação seja executada com êxito em todo o Distrito Federal.”

Print Friendly, PDF & Email