Secretário da Saúde, Osnei Okumoto, garante que fracasso em pregão não irá causar falta de seringas

O secretário informou que o problema no pregão não afetará a vacinação, e fará uma nova licitação

Após a entrega de cinco leitos de unidade de tratamento intensivo neonatal no Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib), o secretário da Saúde Osnei Okumoto, na manhã desta quarta-feira (6), afirmou que o estoque de seringas do DF estará abastecido com três milhões de insumos até o dia 10 de janeiro.

O GDF publicou no Diário Oficial do DF (DODF) desta quarta-feira, o resultado da tentativa de licitação. A pregoeira da central de compras da Subsecretaria de Administração Geral (Suag) da Secretaria de Saúde comunicou que o pregão, teve como objeto a aquisição de seringa hipodérmica, restou fracassado.

O secretário informou que o problema no pregão não afetará a vacinação, e fará uma nova licitação, “Como a gente faz as licitações recorrentemente para que a gente sempre mantenha essas atas vigentes, a gente vai licitar novamente essas outras aquisições de seringas”, afirmou.

E ressalta que no DF o estoque de seringas passa de três milhões, “A gente tem uma ata de registro de preços em andamento, temos saldo para chamar dessa ata de registro de preços. Então, a gente deve passar de cerca de 3 milhões de seringas já agora nesta primeira fase”, disse.

Print Friendly, PDF & Email