Secretários de Saúde classificam recontagem de mortos por coronavírus como “autoritária”

Carlos Wizard afirma que contagem de mortos por Covid-19 serão revisados

Neste sábado (6), o Conselho Nacional de Secretários de Saúde que reúne gestores de 26 estados e o Distrito Federal divulgaram nota de repúdio ao empresário Carlos Wizard, cotado para compor a pasta do Ministério da Saúde. 

O empreśario afirmou que os dados das mortes causadas por Covid-19 serão revisados, tomando como base a suposta “inflamação”dos números repassados pelos estados. Os secretários classificaram a acusação como uma “tentativa autoritária, insensível, desumana e antiética de dar invisibilidade aos mortos pela Covid-19”.

Leia também:
DF tem mais de um milhão e meio de vacinados contra a Covid-19

O Conselho ainda completa que ao levantar a suspeita Wizard transparece “profunda ignorância sobre o tema” e “insulta a memória de todas aquelas vítimas indefesas desta terrível pandemia e suas famílias”.

“Sua declaração grosseira, falaciosa, desprovida de qualquer senso ético, de humanidade e de respeito, merece nosso profundo desprezo, repúdio e asco. Não somos mercadores da morte. A vida é nosso valor maior, com ela não se negocia, relativiza ou transige”, prossegue a nota.

Print Friendly, PDF & Email