Idosos são vacinados em estação de metrô em Brasília, durante o dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe de 2014 que começou na última terça-feira (22) vai até 9 de maio (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Segundo Ibaneis, GDF define nesta semana cronograma para ampliar faixas etárias para vacinação

A retomada da ampliação por idade ocorre após o Ministério da Saúde emitir nota técnica que prevê o atendimento de pessoas com comorbidade em paralelo ao público em geral

Nesta segunda-feira (31), a Secretaria de Saúde do Distrito Federal deve definir um “escalonamento” para a ampliação dos contemplados na campanha de vacinação contra a Covid-19 no público geral, sem comorbidades.

A imunização está aberta para quem tem 60 anos ou mais há mais de um mês. Neste período, a inclusão de novas faixas etárias ocorreu apenas para quem tem doenças pré-existentes, que está atualmente para o grupo com 25 anos ou mais.

A retomada da ampliação por idade ocorre após o Ministério da Saúde emitir nota técnica que prevê o atendimento de pessoas com comorbidade em paralelo ao público geral, nas regiões em que houve “demanda diminuída”. No DF, a procura por vacina foi menor que o esperado nas últimas semanas

“O que nós vamos fazer agora, com a diminuição da procura pelas vacinas, é abrir exatamente para aquelas escalas que vem desde 59 anos até chegar nos 18, os dois grupos aos mesmo tempo”.

Gustavo Rocha, chefe da Casa Civil, informou que cerca de 22% dos professores convocados em lista para vacinação na capital não compareceram para o atendimento.

Leia também:
Plenário aprova R$ 623,71 milhões em créditos suplementares para diversas áreas

Até sábado, 626.308 pessoas já se vacinaram na capital com a 1ª dose. Segundo dados da Secretaria de Saúde, os efeitos adversos, casos de quem apresentou algum tipo de sintoma após a aplicação dos imunizantes no DF, representam 0,09%.

Print Friendly, PDF & Email