Tamanduá-mirim é resgatado por morador de samambaia e devolvido ao cerrado pela PM ambiental

A Polícia Militar Ambiental constatou que o animal estava saudável, ele foi levado para uma mata próxima à região e, em seguida, solto na natureza

Nessa terça-feira (5) um tamanduá mirim foi resgatado por um morador de samambaia, o animal estava perdido nas ruas da cidade. O morador levou o mamífero até um posto da Polícia Militar, na região de Água Quente.

No local a equipe do Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) foi acionado, no posto, os militares avaliaram o tamanduá e constataram que não havia ferimentos. Como o animal estava saudável, ele foi levado para uma mata próxima à região e, em seguida, solto na natureza.

Tamanduá-mirim 

O tamanduá-mirim ainda é um mamífero preservado na fauna brasileira. Uma espécie adulta mede cerca de 70 centímetros, a fêmea da espécie chega a pesar sete quilos e eles vivem cerca de 15 anos.  Assim como todos os tamanduás, não possui dentes.

Segundo informações do Jardim Zoológico de Brasília, o tamanduá-mirim é encontrado no cerrado, na caatinga, Floresta amazônica e Mata Atlântica.

Resgate 

O tenente-coronel Waldeci Ramalho, da PM Ambiental, orienta que a população não faça a contenção de animais silvestres sem antes acionar a polícia. A recomendação é ligar para o telefone 190 e pedir apoio da equipe especializada.

“Não recomendamos fazer o resgate ou captura de animais silvestres porque é preciso de técnica e de treinamento. Às vezes, a pessoa tira o bicho da vida livre e pode até cometer um crime por isso”, afirmou “Já se o animal estiver dentro de terrenos, motores de carro ou dentro da casa, por exemplo, procure deixá-lo isolado: pode fechar a porta do cômodo e ligar para PM Ambiental, que tem equipamentos necessários para contenção e resgate do animal.” completou. 

Print Friendly, PDF & Email