Taxa diária do coronavírus cai nas últimas semanas no DF

Mesmo com a taxa declinando as vagas em leitos de UTI são insuficientes

No domingo (5) foi publicado um novo boletim de evolução do coronavírus no Distrito Federal. O relatório mostrou que a taxa de crescimento diário do número de casos caiu nas últimas duas semanas. De 28 de junho a 4 de julho, o índice registrado ficou em 3,1%, o segundo mais baixo desde 22 de março (veja Comparação). Ontem, o DF computou 2.094 novos casos, com a confirmação de 26 mortes em 24h.

Leia também:
Covid-19: dose de reforço começa a ser aplicada no DF

Os estudos da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan) serviram de base para o governador Ibaneis Rocha na liberação de mais atividades na capital. Segundo o boletim da Codeplan, a taxa de crescimento de notificações em junho foi a menor desde que a pandemia chegou à capital federal. A média móvel de novos casos foi de 5,3%. 

Vagas em leitos de UTI no DF têm se tornado cada vez mais escassas. Ontem, a taxa de ocupação na rede privada estava em 92,89%, segundo o site da Sala de Situação, da Secretaria de Saúde. No Sistema Único de Saúde (SUS) da capital federal, a disponibilidade era de 76,22% para leitos de adultos. O tempo de internação de 8,4% dos pacientes vai de 16 a 30 dias.

Print Friendly, PDF & Email