Testes da vacina Coronavac são suspensos e Bolsonaro se manifesta nas redes sociais

Bolsonaro se manifestou em seu twitter sobre ações contra a pandemia de Covid-19

Os testes em humanos da vacina CoronaVac contra com o Covid-19 foram suspensos na segunda-feira (9), devido a um “evento adverso grave”. Os testes da vacina estavam em desenvolvimento pelo Instituto Butantan do Governo de São Paulo. O presidente Jair Bolsonaro se manifestou nas redes sociais sobre os eventos que o governo federal tem realizado para enfrentar a pandemia de Covid-19.

No Twitter, o presidente falou sobre as realizações de testes para verificar se a vacina BCG, que protege contra a formas mais graves da tuberculose. Segundo Bolsonaro, é “uma maneira preventiva da covid-19, reforçando o sistema imunológico”.

Bolsonaro cita também os estudos sobre a nitazoxanida promovidos pelo Ministério da Ciência e tecnologia no tratamento contra o Covid-19. O medicamento, segundo o presidente, é um vermífugo que “reduz a carga viral”, mas que não evita as complicações causadas pela doença.

Além disso, Bolsonaro fala que o país se tornou independente das importações dos materiais usados para o combate da pandemia, como ventiladores pulmonares. “O ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, e o presidente Jair Bolsonaro trabalham, desde fevereiro, ao lado da ciência, no combate à covid-19”, twittou Jair Bolsonaro.

O presidente da república não tem interesse em adquirir a vacina, contrariando as recomendações dadas pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, que recebe apoio do governador de São Paulo João Doria. Na segunda-feira, o governador de São Paulo anunciou o inicio das obras da nova fábrica para a produção de vacinas e imunizantes contra o coronavírus.

Print Friendly, PDF & Email