Testes de vacina AstraZeneca, mostram resultado positivo em idosos

Vacina de Oxford está na terceira fase de teste, e mostrou resultado promissor em idosos, que são os mais vulneráveis no combate ao novo coronavírus

Os dados publicados nesta quinta-feira (19), mostram que a vacina de Oxford, AstraZeneca, provoca uma resposta imune entre idosos. Segundo estudo, apesar de estar na terceira fase de teste, a eficácia da vacina é 95% e 94,5%, em pessoas com mais de 70 anos, que têm maior risco de ficarem graves ou morreram da covid-19.

Segundo Maheshi Ramasany, consultor e coinvestigador do Grupo de Vacina de Oxford, “as respostas robustas de anticorpos e células T vistas em pessoas mais velhas em nosso estudo são encorajadoras”.

“Esperamos que isso signifique que nossa vacina vá ajudar a proteger algumas das pessoas mais vulneráveis em nossa sociedade, mas mais pesquisa é necessária antes que possamos ter certeza”.

Resultados

Segundo o diretor do grupo de Vacinas de Oxford, Andrew Pollard, os resultados dos testes devem sair até em dezembro, mas diz que ainda é muito cedo para saber se a vacina realmente funciona. “Ainda não chegamos a esse ponto. Obviamente não vamos apressar isso”, disse ele para a BBC, do Reino Unido. “Estamos nos aproximando, e definitivamente será antes do Natal, baseado no progresso que temos”.

Testes

Na fase dois, foram testados 560 voluntários saudáveis, 160 deles com idades entre 18 e 55 anos, 160 entre 56 a 69 anos e 240 com mais de 70 anos.

Os resultados deverão ser, segundo a revista The Lancet,  “confirmados com uma amostra maior de voluntários incluindo pessoas idosas com problemas de saúde”. Este é objetivo do ensaio de fase 3, já em andamento com milhares de pessoas.

Print Friendly, PDF & Email