Agência Brasil

União transferiu 17,1 bi para bancar despesas de estatais

De acordo com relatório, as estatais dependentes precisaram de recurso da União para pagamentos de funcionários. Foi repassado R$ 17, bi

A união transferiu R$ 17,1 bi na forma de subvenções para cobrir despesas de 18 estatais dependentes em 2019, que não geram receita suficiente para bancar o seu próprio funcionamento. O relatório foi divulgado nesta sexta-feira (19) pelo Ministério da Economia, que busca aumentar a pressão pela privatização de estatais. Paulo Guedes, ministro da economia, se diz frustrado por não ter conseguido realizar as privatizações em dois anos de governo. A intenção é vender para a iniciativa privada pelo menos 4 empresas até o final de 2021.

Segundo o relatório, as estatais precisam de recursos da União para manter o pagamento de funcionário e o custeio, têm 448 mil empregados, representando despesa de pessoal da ordem de R$ 101 bilhões. Somente em benefícios relacionados à assistência à saúde, as estatais pagaram R$ 10 bi, compreendendo um total de 1,67 mi de pessoas, entre funcionários, dependentes e aposentados. Os gastos complementar chegaram à casa de R$ 8,1 bi.

“Esse material é um choque de transparência”, diz em nota o secretário especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados, Diogo Mac Cord. “A melhor arma que a gente pode ter para combater qualquer tipo de privilégio é a transparência. Isso é controle social”.

No relatório, são reunidas informações contábeis patrimoniais, indicadores econômicos, despesas com pessoal, benefícios de assistência à saúde e a providência complementar.

Print Friendly, PDF & Email