UPAs do DF vão receber R$ 5,7 mi anualmente do Ministério da Saúde

As cidades contempladas serão Ceilândia, Núcleo Bandeirante, Renato das Emas, Samambaia, São Sebastião e Sobradinho

O Ministério da Saúde vai repassar, anualmente, R$ 5,7 mi às seis unidades de pronto atendimento (UPAs) administradas pelo Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF). Ceilândia, Núcleo Bandeirante, Recanto das Emas, Samambaia, São Sebastião e Sobradinho serão as cidades contempladas. O primeiro repasse será feito ao longo de 2021.

O repasse foi assegurado após o instituto recuperar e manter as unidades em funcionamento dentro dos padrões exigidos pelo Ministério da Saúde, conforme informou o Iges-DF.

Os repasses estão assegurados pela portaria GM/MS nº 3.821, de 29 de dezembro de 2020. Na UPA de Sobradinho, que não estava credenciada para receber recursos, vai passar a recebê-los conforme estabelecido pela Portaria GM/MS nº 3.930, de dezembro de 2020.

O Ministério da Saúde, há pelo menos 5 anos, suspendeu o repasse dos recursos, pois essas unidades vinham operando sem atender ao modelo estabelecido pelo órgão. “Quando o Iges assumiu as UPAs, elas estavam completamente sucateadas, sem médicos e profissionais de saúde, com infraestrutura precária e equipamentos sem funcionar”, lembra Nadja Vieira, superintendente da Unidade de Atenção Pré-Hospitalar. 

Quando as seis unidades passaram a ser administradas pelo Iges-DF, o cenário mudou. “Agora, as UPAs estão reformadas e contam com equipes completas, de quatro a cinco médicos por plantão”, ressalta Nadja.

Atendimentos

As seis UPAs administradas pelo Iges-DF são fundamentais para a rede pública de saúde do Distrito federal. Conforme o balanço da instituição, em 2020 as seis UPAs realizaram 1,2 mi de atendimentos, entre classificação de risco, observação 24 horas e atendimento médico.

Do total, 236.543 atendimentos ocorreram na UPA de São Sebastião, 208.425 em Samambaia, 208.211 em Ceilândia, 199.745 em Sobradinho, 196.171 no Recanto das Emas e 162.632 na UPA do Núcleo Bandeirante.

Com informações do Iges-DF

Print Friendly, PDF & Email