Vacinação volante: DF imunizará população sem internet

Postos de vacinação volantes foi a saída encontrada para atender a população com dificuldades para fazer agendamento

De acordo com informação dada durante coletiva de imprensa realizada no Palácio do Buriti nessa segunda-feira (21), o Governo do Distrito Federal (GDF) está com postos de “vacinação volante” contra a Covid-19 para imunizar a população considerada mais vulnerável e com dificuldade de ter acesso à internet e fazer o agendamento ou ao transporte público para se deslocar até o local da vacinação.

Leia também:
De acordo com site, mensagens indicam que Bolsonaro participou diretamente de negociação com Davati

Segundo o secretário chefe da Casa Civil, Gustavo Rocha, o início dessa ação começou em Água Quente, no Renato das Emas.

A partir do dia 30, a previsão é fazer a vacinação volante na Estrutural e na Fazenda Santa Luzia. O Sol Nascente e áreas de Brazlândia também receberão o serviço.

Grupos prioritários

O GDF anunciou também a inclusão dos garis nos grupos prioritários de vacinação. O Serviço de Limpeza Urbana (SLU) enviou lista à Secretaria de Saúde.

Ibaneis Rocha (MDB) anunciou que a vacinação contra Covid-19 de grávidas e puérperas começará na quinta-feira (24).

Leia também:
Profissionais de saúde serão convocados pelo GDF para o combate à Covid-19

Segundo Ibaneis, embora o Ministério da Saúde ainda não tenha enviado as doses específicas para tal público, o GDF remanejou 2,4 mil imunizantes não aplicados na semana passada.

Print Friendly, PDF & Email