Weintraub permanece no inquérito das fake news

STF rejeita o pedido para tirar o ministro Abraham Weintraub do inquérito das fake news

O Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou o pedido de tirar o ministro Abraham Weintraub do inquérito das fake news. O pedido foi apresentado pelo ministro da Justiça e Segurança, André Mendonça e rejeitado pela Corte por 9 votos a 1. 

O relator foi o ministro Edson Fachin que votou contra o pedido do ministro André Mendonça sendo seguido pela maioria do Supremo. Fachin reforçou que o atual entendimento do STF é no sentido de que não cabe HC para questionar decisão monocrática de integrante da Corte.

Votaram neste sentido os ministros: Dias Toffoli, Celso de Mello, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia, Luiz Fux, Rosa Weber e Luís Roberto Barroso. O ministro Marco Aurélio Mello foi o único voto a favor de julgar o HC.

O ministro Alexandre de Moraes não votou porque se declarou impedido. Como relator do inquérito das fake news, foi ele quem determinou a inclusão do ministro Abraham Weintraub no rol de investigados.

Os ministros ressaltaram que, apesar dessa discordância, estavam “prestigiando a posição do plenário”.

Print Friendly, PDF & Email